aLagarta 21 • SOLITUDE: nossa capa

Por 2 de junho de 2016asEdições

Nessa semana publicamos (finalmente!) a capa escolhida para a edição #21 – SOLITUDE. Responsabilidade enorme, visto que será nossa primeira impressa. Inclusive, estamos na reta final do crowdfunding, faltam apenas alguns dias! Se você ainda não apoiou, passa lá!

Mas, então, vamos falar dessa capa linda? 🙂aL-CapaEdicao21

Capa aLagarta #21 – SOLITUDE
Tamires Ribeiro fotografada por Leo Pope
Direção: Carol Lancelloti e Leo Pope

Beleza de Carol Lancelloti e Fernanda Ventura
Produção de moda: Carol Lancelloti e Fernanda Ventura
Todas as peças: acervo | Acessórios: CLIN

Escolher uma capa é sempre uma decisão didícil. Por mais que a gente tenha fotos lindas e que são potenciais capas, na hora de refletir e escolher aquela que mais bem representa uma edição como um todo – e seu tema – não é lá uma tarefa simples. É um processo extremamente emotivo também. No nosso caso, uma capa nunca é escolhida por uma pessoa só. Membros da equipe, às vezes colaboradores e até amigos mais próximos opinam – e suas opiniões, é claro, são das mais variadas. A discussão se torna rica e abre nossas mentes, e há quem defenda com unhas e dentes uma imagem pela qual se apaixonou.

Às vezes, acontecem reviravoltas e surpresas. É muito comum termos em mente uma foto idealizada, “perfeita”, para a capa de uma edição. Isso aconteceu com a #21 (e já aconteceu com algumas capas anteriores no primeiro ciclo) em todos os sentidos: queríamos que a primeira edição impressa estampasse nossa modelo #1, a Tatá, envolta pela natureza de nossa então primeira locação escolhida, em uma foto bem aberta. Bem, posso dizer que a única coisa que realmente mantivemos foi a Tatá.

Uma incompatibilidade de datas nos fez mudar a locação. Mesmo assim, ao chegarmos nas Dunas de Cabo Frio, onde o editorial foi fotografado, a gente já sabia a foto que precisávamos fazer. E eu até fiz, várias delas. Várias boas delas. Mas, quem diria?, nenhuma acabou sendo capa. Enquanto eu fotografava, Leo estava registrando o making of do editorial, em vídeo e em foto. Só que com a gente é assim: nunca paramos de criar! E mesmo quando um não é o responsável pela fotografia do editorial, é impossível não se aventurar em alguns cliques experimentais. E foi o que ele fez. No final, a foto ficou entre as melhores do shooting e entre as 3 potenciais capas, junto com as outras duas abaixo:aL-CapaEdicao21-outras-v2Ao escolher uma capa, nunca podemos perder de vista uma coisa muito importante: a nossa energia. Pra isso, nos mantemos sempre atentos ao nosso Diamante da Marca, um documento precioso, construído com muita dedicação, atenção e carinho e que também vai sendo modificado com o tempo, se adaptando à própria mutação da marca. Nele, estão todos os atributos funcionais e emocionais de uma marca, seus objetivos estratégicos, traços de personalidade, seus arquétipos, etc.

As duas capas acima eram grandes favoritas. A escolha foi acirrada! A leveza e o minimalismo da “capa branca” (como chamamos), trazia um aspecto de força e determinação, em função da Tamires estar caminhando para quem a observa. Já a “capa vermelha” era vibrante, marcante, tinha informação de moda e a silhueta da Tatá lembra a de uma lagarta – esses dois últimos detalhes, eu pessoalmente curti bastante. Pra mim, a vermelha era uma vencedora. Tanto que, quando Leo sugeriu a ousada “capa dourada”, foi difícil de compreender, de primeira. Porém, logo depois essa foi uma das sensações que me fizeram amá-la.

Fabs, designer da nossa equipe, também comentou algo parecido: essa capa carrega certo mistério, além de ser muito expressiva. Ela gera emoção, como Alinet observou em uma de nossas trocas de mensagens. De volta ao nosso diamante, entre as características que mais se repetem, encontra-se:  sonhadora, pertencente, leve, feminina, transparente, lúdica e envolvente. O que nos fez lembrar que, apesar de seu novo ciclo – de fato, mais maduro – aLagarta ainda se mantém inocente.

Por isso, a foto com Tatá olhando pra dentro de si, em estado de solitude, provou-se a foto ideal, por ser também é a que melhor nos representa. Que alegria – e que alívio – que é o nascer de uma capa, parte tão importante de uma edição! Mais bacana ainda foi ver o retorno: foi uma das capas mais elogiadas de nossa história. aL21-Solitude-Capa-Ad-3Quer uma pra chamar de sua? Pra fazer parte dessa realização e ainda escolher a edição #21 impressa como recompensa, só clicar aqui. 😉

Carol Lancelloti
Fundadora e diretora criativa da revista aLagarta e do coletivo absolem. Fotógrafa apaixonada, bailarina dedicada, capricorniana e cat lover.
Carol Lancelloti on FlickrCarol Lancelloti on InstagramCarol Lancelloti on LinkedinCarol Lancelloti on PinterestCarol Lancelloti on TwitterCarol Lancelloti on Youtube